Mulheres de Alto Impacto
logo empreendedorismo feminino 2021_png.

Conectando mulheres com propósitos.

ORIGEM

 

Com relação aos marcos históricos, foi a partir das duas grandes Guerras Mundiais que a mão de obra feminina passou a ser “olhada” com mais atenção. Afinal, os homens precisavam batalhar enquanto deixavam suas esposas em casa. E, do mesmo modo, a sociedade precisava se manter.

Foi aí que o desenvolvimento feminino, quanto ao mercado de trabalho, começou a acontecer. Foi no século XVIII que os movimentos empreendedores femininos passaram a se fortalecer. E isso aconteceu graças ao Iluminismo e à Revolução Francesa.

 

Desde então, nos deparamos com mulheres em constante desenvolvimento empreendedor, que foram garantidas pela Constituição Federal apenas em 1988. Ano em que as mulheres receberam a atribuição de possuir a mesma capacidade que os homens para trabalhar, empreender e crescer com suas ideias e objetivos.

 

No Brasil, os primeiros estudos sobre empreendedorismo feminino surgiram no final dos anos 1990. Desde então, o tema tem ganhado cada vez mais destaque.

 

É um assunto que está sempre em pauta quando se fala sobre negócios criados ou geridos por mulheres.

 

COMO SURGIU O PROJETO

 

O projeto Empreendedorismo Feminino, da Editora Gregory, nasceu em 2016 com o propósito de reunir a trajetória de mulheres brasileiras e estrangeiras, revelando as estratégias de empreendedorismo feminino adotadas por elas, levando exemplos e ensinamentos para mulheres que têm o objetivo de se preparar para o mundo dos negócios.

 

Mulheres de Alto Impacto foi o primeiro lançamento que originou uma série de outros títulos.

E como nós apostamos na liderança feminina no mercado e nos negócios, produzimos conteúdos, para ajudá-las nos principais desafios ligados ao universo empreendedor.

Reconhecemos o poder que uma história tem! Sua trajetória pode inspirar outras pessoas a seguir uma nova direção para suas vidas.

Proponho a você um desafio: escreva a sua história! É transformador!

IDEALIZADORA

foto regina.jpeg

Regina Gregório, Empresária e Psicopedagoga.


Comecei a trabalhar aos 11 anos de idade e desde então nunca mais parei. Fui empregada doméstica, babá e vendedora. Foram épocas difíceis.

 

No entanto, tinha um único objetivo na vida: estudar.

Eu me formei em magistério e fui atuar como professora e coordenadora da educação infantil e ensino fundamental por 12 anos.

 

Sempre fascinada pelo mundo dos livros!

 

No ano de 2005, decidi largar a área da educação para trabalhar no setor administrativo de uma editora em Bauru – SP, onde fiquei por 4 anos.

Me casei, fui para São Paulo e continuei atuando dentro de grandes e pequenos grupos editoriais.

 

Inquieta e pensando em como ser útil e produtiva para a humanidade, uni minha paixão pelo mundo dos livros e junto com meu marido fundamos a Editora Gregory, no ano de 2012.

 

Mas, o que isso tem a ver com empreendedorismo?

 

Empreender não é ter milhões, não é ter uma grande empresa ou ser reconhecida. Empreender é ter atitude e proatividade.

 

Entendo que empreendedor é toda e qualquer pessoa que tem coragem de ser a condutora da sua própria trajetória e criar fatos novos.

 

Tive coragem, permiti superar os obstáculos e fui ser protagonista da minha vida.

 

Conhecimento transforma pessoas, então dei meus primeiros passos quebrando paradigmas e lutando pelo meu espaço. Daí para frente, escolhi gerir meu crescimento.

 

Passei por lutas e as superei, o que me leva a crer que posso ajudar outras mulheres a superar suas lutas também.

 

O mundo precisa de mulheres que se comprometam com o papel de fazer outras evoluírem.

 

Por isso, acredito que todos tenham um relato e conhecimento para contar ao mundo, e isso deve estar em um livro - para que seu legado e impacto sejam compartilhados e lembrados.

 

Reconheço o poder que uma história tem!

 

Desejo que os livros se tornem presentes na memória afetiva do leitor, que não seja algo passageiro, de sucesso momentâneo, mas que cause experiências emocionais, que toque o coração, que torne especial e indispensável.

 

Atribuo toda conquista e o meu futuro a Deus, que me capacitou, dando-me muita força de vontade para que eu pudesse me dedicar aos estudos e realizar meus objetivos.

 

Muitos são os planos no coração do homem, mas o que prevalece é o propósito do Senhor - Provérbios19:21

Mulheres no universo empreendedor - Clique para ampliar

Edições