Empreendedorismo Feminino

ORIGEM

 

Com relação aos marcos históricos, foi a partir das duas grandes Guerras Mundiais que a mão de obra feminina passou a ser “olhada” com mais atenção. Afinal, os homens precisavam batalhar enquanto deixavam suas esposas em casa. E, do mesmo modo, a sociedade precisava se manter.

Foi aí que o desenvolvimento feminino, quanto ao mercado de trabalho, começou a acontecer. Foi no século XVIII que os movimentos empreendedores femininos passaram a se fortalecer. E isso aconteceu graças ao Iluminismo e à Revolução Francesa.

Desde então, nos deparamos com mulheres em constante desenvolvimento empreendedor, que foram garantidas pela Constituição Federal apenas em 1988. Ano em que as mulheres receberam a atribuição de possuir a mesma capacidade que os homens para trabalhar, empreender e crescer com suas ideias e objetivos.

No Brasil, os primeiros estudos sobre empreendedorismo feminino surgiram no final dos anos 1990. Desde então, o tema tem ganhado cada vez mais destaque.

É um assunto que está sempre em pauta quando se fala sobre negócios criados ou geridos por mulheres.

 

COMO SURGIU O PROJETO

 

O projeto Empreendedorismo Feminino, da Editora Gregory, nasceu em 2016 com a proposta de reunir a trajetória de mulheres brasileiras e estrangeiras, revelando as estratégias de empreendedorismo feminino adotadas por elas, levando exemplos e ensinamentos para mulheres que têm o objetivo de se preparar para o mundo dos negócios.

 

Mulheres de Alto Impacto foi o primeiro lançamento que originou uma série de outros títulos.

E como nós apostamos na liderança feminina no mercado e nos negócios, produzimos conteúdos para ajudá-las nos principais desafios ligados ao universo empreendedor.

Proponho a você um desafio: escreva a sua história! É transformador!

IDEALIZADORA

 

Regina Gregório é co-founder da Editora Gregory e Psicopedagoga por paixão.

Sempre inquieta e pensando em como ser útil e produtiva para a humanidade, uniu a paixão pelo mundo dos livros e pela educação, e junto com seu marido fundou a Editora Gregory, em 2012.

Ela acredita que pessoas empreendedoras são aquelas que creem ser possível mudar e que realizam as mudanças, apesar de tudo e de todos. Ser empreendedora vai muito além de negócios. É trabalhar com aquilo que você ama, é a capacidade de idealizar, coordenar, realizar projetos, serviços e negócios.

Mulheres no universo empreendedor - Clique para ampliar

Edições

Editora Gregory LTDA - Todos os Direitos Reservados.